24 de março de 2020

Centro de Reprodução Humana de Piracicaba adota teleconsulta

O Centro de Reprodução Humana de Piracicaba está preparado para garantir a excelência no atendimento, com segurança, para seus pacientes durante a pandemia da Covid-19, doença causada pelo Coronavírus. A partir desta terça-feira, a clínica passa a oferecer a teleconsulta para os que precisam de atendimento médico na área de reprodução humana. A informação é do ginecologista Paulo Padovani, diretor da clínica, instalada no Hospital Santa Isabel, graças a uma parceria com a Santa Casa de Piracicaba.

A decisão foi tomada após o Conselho Federal de Medicina (CFM) ter autorizado, no último dia 19, a possibilidade do uso da telemedicina no país, com consultas à distância. Para se adequar à medida, Padovani informa que o Centro de Reprodução Humana de Piracicaba investiu em uma plataforma segura de atendimento na qual os pacientes poderão, além de fazer consultas online, enviar resultados de exames para serem analisados pelos médicos e na capacitação da equipe para o uso da ferramenta.

“Fomos orientados pelo Conselho Federal de Medicina a suspender os atendimentos eletivos, mas estamos de prontidão para atender online pacientes que precisem da consulta, orientações, receitas e avaliações de exames”, afirma Padovani.

“Para as pacientes que estão em fase de avaliação para tratamento de reprodução assistida e que queiram, ainda neste momento, continuar fazendo essa avaliação, disponibilizamos a teleconsulta, com envio de exames, dando sequência ao preparo para tratamentos no momento oportuno”, acrescenta.

Ele esclarece que a plataforma que está sendo utilizada pelo Centro de Reprodução Humana de Piracicaba é específica e segura para o atendimento, com certificação de segurança e criptografia de conteúdo. O acesso às informações é permitido apenas às pessoas autorizadas, mediante validação e identificação.

Clínica segue todas as orientações

Além de adotar o atendimento à distância, o Centro de Reprodução Humana intensificou parâmetros de segurança em suas instalações e segue todas as orientações da SBRA (Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida), da REDLARA (Rede Latinoamericana de Reprodução Assistida) e da SBRH (Sociedade Brasileira de Reprodução Humana). “Estamos dando continuidade aos tratamentos iniciados e, seguindo orientação da SBRA, ficaremos, pelo período necessário, sem iniciar novos tratamentos”, afirma Padovani.

Conforme as orientações, ciclos em andamento serão finalizados, com controles estritos dos pacientes e equipes envolvidas; casos de transferência embrionária a serem finalizados serão avaliados individualmente. Com a exceção de casos oncológicos e outros em que o adiamento possa causar mais dano ao paciente, não serão iniciados novos procedimentos. Nessas eventualidades, a decisão deverá ser compartilhada e sob rigorosa individualização.

Quando o procedimento está em andamento e a paciente tem suspeita do Coronavírus, os embriões serão congelados, para posterior transferência.

SERVIÇO – Os pacientes que precisarem da teleconsulta devem entrar em contato pelo telefone (19) 3447-3700, com Lara, para que possam agendar horário, receber as orientações e o link para atendimento.

 

Jornalistas responsáveis: Flávia Paschoal/Marisa Massiarelli Setto – Toda Mídia Comunicação

Crédito da foto do dr. Paulo: Alessandro Maschio

Dr. Paulo Arthur Machado Padovani
Dr. Paulo Arthur Machado Padovani

Dr. Paulo Arthur Machado Padovani

Ginecologista | CRM 39.536
  • Formado pela Faculdade de Medicina de Jundiaí
  • Pós-graduado lato-sensu pela Faculdade de Medicina de Jundiaí e Associação Instituto Sapientiae
  • Especialista em ginecologia e obstetrícia, e habilitação em laparoscopia
  • Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida
  • Possui título de Capacitação em Reprodução Assistida emitido pela Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida
Saiba mais