5 de junho de 2017

É possível engravidar com tratamentos simples

Quando o casal tenta engravidar durante um ano e não consegue, a alternativa é recorrer aos tratamentos em reprodução humana. Procurar um especialista nem sempre significa que será preciso fazer tratamentos de alta complexidade. O ginecologista Ernesto Valvano, da equipe do Centro de Reprodução Humana de Piracicaba, relata que muitos dos casos são resolvidos com terapias simples, como coito programado e inseminação intrauterina.

Um dos métodos mais antigos, a inseminação artificial é indicada, segundo o ginecologista, quando o homem tem uma alteração de leve a moderada dos espermatozoides ou quando a mulher apresenta problemas mais simples, como endometriose leve.

Valvano explica que a técnica consiste na injeção do sêmen processado dentro do útero da mulher, utilizando-se um cateter delicado. No procedimento, a ovulação é induzida por hormônio e o médico programa o dia e horário em que irá provavelmente ocorrer. “No dia estipulado, o homem vai ao laboratório e colhe sêmen, que, após preparo, é colocado no útero”, afirma.

“O coito programado, conhecido também como namoro programado, é outra alternativa e, neste caso, o casal deve manter relações na data fornecida pelo médico”, relata Valvano. Ele esclarece que para indicar o período ideal, o profissional acompanha de perto o ciclo menstrual da mulher, monitora a ovulação e estimula os ovários, com o objetivo de aumentar a precisão do dia fértil.

O tratamento é indicado quando a mulher apresenta infertilidade por problemas de ovulação e o homem tem sêmen normal.

O médico esclarece que o casal só saberá se o procedimento pode ser utilizado após consultar um especialista e fazer os exames solicitados.

Jornalistas responsáveis: Flávia Paschoal/Marisa Massiarelli Setto – Toda Mídia Comunicação

 

Dr. Ernesto Valvano
Dr. Ernesto Valvano

Dr. Ernesto Valvano

Ginecologista | CRM/SP 48.716
  • Formado pela Faculdade de Medicina São José do Rio Preto
  • Especialista em ginecologia obstetrícia
  • Pós-graduado em Reprodução Humana Assistida
Saiba mais