8 de novembro de 2016

Nosso Centro de Reprodução apoia o Novembro Azul

O Centro de Reprodução Humana de Piracicaba apoia o movimento Novembro Azul, de conscientização sobre a importância da detecção precoce do câncer de próstata, e divulga a importância da preservação da fertilidade em pacientes oncológicos.

“Todos os homens, a partir dos 45-50 anos, devem ser avaliados anualmente por urologista, fazendo exames de toque e dosagens sanguíneas de PSA”, afirma o urologista Gustavo Borges, da equipe do Centro de Reprodução Humana de Piracicaba. “Caso algum parente de primeiro grau (pai, irmão, tio) tenha tido a doença, a consulta deve ocorrer a partir dos 40-45 anos”, alerta.

De acordo com informações da Sociedade Brasileira de Urologia, um a cada seis homens no Brasil desenvolve o câncer de próstata, que é a segunda principal causa de morte por doença entre a população masculina no País.

PRESERVAR A FERTILIDADE

O câncer de próstata tem acima de 90% de chance de cura quando diagnosticado precocemente. Por isso, nos casos em que a doença é identificada, o urologista Gustavo Borges aconselha que o paciente fique atento à preservação da fertilidade. “Atualmente, diagnosticamos casos de câncer de próstata em pacientes cada vez mais jovens, e alguns ainda têm desejo de ter filhos” declara.

“A radioterapia e quimioterapia para o tratamento de diversos tipos de câncer podem provocar alterações importantes na fertilidade; recomendamos que todos os pacientes oncológicos em idade reprodutiva e que ainda não tenham filhos congelem sêmen, antes de iniciar o tratamento, como uma chance para tratamentos futuros de reprodução humana, se for necessário”, afirma o urologista.

A equipe do Centro de Reprodução Humana de Piracicaba está preparada para orientar pacientes oncológicos que optam pelo congelamento de células germinativas (sêmen e óvulos) e embriões.

#NovembroAzul

O movimento Novembro Azul surgiu no Brasil em 2012, visando diminuir o preconceito masculino com os exames que detectam o câncer de próstata, especialmente o exame de toque.

Jornalistas responsáveis: Flávia Paschoal/Marisa Massiarelli Setto – Toda Mídia Comunicação

Dr. Gustavo Mendonça Borges
Dr. Gustavo Mendonça Borges

Dr. Gustavo Mendonça Borges

Urologista | CRM/SP 94.121
  • Formado pela Faculdade de Ciências Médicas Unicamp
  • Pós-graduado em reprodução assistida
  • Membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia
Saiba mais