12 de setembro de 2016

Pré-natal é essencial para a saúde da gestante e do bebê

Fundamental para a saúde da gestante e do bebê, o pré-natal deve ser iniciado logo que haja suspeita de gravidez. O objetivo é a prevenção e a detecção precoce de patologias tanto materna como fetal, reduzindo riscos e garantindo o desenvolvimento saudável do bebê. As informações são do ginecologista José Higino Ribeiro dos Santos Junior, da equipe do Centro de Reprodução Humana de Piracicaba.

Os exames do pré-natal garantem um check-up do estado de saúde da gestante, detectando doenças pré-existentes e infecciosas. “Neste acompanhamento, é possível identificar doenças que possam estar presentes no organismo da mulher, porém, evoluindo de forma silenciosa, como hipertensão arterial, diabetes, doenças do coração e anemias, entre outras, permitindo o tratamento adequado”, afirma.

Na primeira consulta, o médico fará uma avaliação detalhada da saúde da mulher, incluindo o histórico familiar. A paciente deve se sentir à vontade para esclarecer dúvidas sobre alimentação, relação sexual, alterações de humor, exercícios físicos e as limitações durante a gravidez.

No decorrer do pré-natal, o médico também avalia aspectos relativos à placenta e identifica precocemente a pré-eclâmpsia, que se caracteriza por elevação da pressão arterial, edema e presença de proteínas na urina, e pode evoluir para eclâmpsia, colocando em risco a vida da mãe e do bebê.

O ginecologista destaca a importância de, neste período, serem identificados problemas fetais, como má-formações. “Em alguns casos, em fase inicial, é possível o tratamento intrauterino para que o recém-nascido tenha uma vida normal”, declara. No caso do zika vírus, é possível fazer a confirmação do diagnóstico de microcefalia por volta de 26 a 29 semanas de gestação.

Até a 34ª de gestação, a mulher deve visitar seu médico uma vez por mês. Após esse período, a frequência da consulta passa para duas vezes ao mês até a 38ª semana. A partir daí, o ideal é que a gestante visite seu médico uma vez por semana até o parto.

Jornalistas responsáveis: Flávia Paschoal/Marisa Massiarelli Setto – Toda Mídia Comunicação

 

DR. JOSÉ HIGINO RIBEIRO DOS SANTOS JUNIOR
Ginecologista | CRM 80.719

• Formado em Medicina pela Unicamp
• Especialista em videolasparocopia e videohisteroscopia pela Febrasgo
• Coordenador da residência médica de ginecologia da Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Limeira