23 de maio de 2016

Obesidade pode interferir na fertilidade masculina

A obesidade pode ser um dos fatores que causam a infertilidade masculina. A informação é do urologista Gustavo Borges, da equipe do Centro de Reprodução Humana de Piracicaba. “Pesquisas feitas na área demonstram que a obesidade e o sobrepeso podem provocar uma diminuição no número de espermatozoides”, afirma.

O urologista explica que a obesidade pode estar relacionada com a produção anômala de alguns hormônios, o que pode causar impactos em todo o organismo, incluindo o sistema reprodutivo.

Estudo apresentado em congresso da Sociedade Europeia de Reprodução Humana demonstrou que obesos apresentam uma concentração de espermatozoides por ml em média cerca de 8 milhões a menos do que o homem com peso normal. No mesmo encontro, foi apresentada pesquisa da Universidade de Catania, na Itália, mostrando que homens com sobrepeso e obesos têm esperma com qualidade inferior: os espermatozoides são mais lentos e apresentam mudança no formato.

Para preservar a fertilidade, segundo Borges, é essencial adotar hábitos saudáveis de vida, com boa alimentação e prática regular de exercícios físicos.

Jornalistas responsáveis: Flávia Paschoal/Marisa Massiarelli Setto – Toda Mídia Comunicação

DR. GUSTAVO DE MENDONÇA BORGES

Urologista | CRM/SP 94.121

• Formado pela Faculdade de Ciências Médicas Unicamp
• Pós-graduado em reprodução assistida
• Membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia