16 de maio de 2016

O que é menopausa precoce?

A menopausa precoce, também chamada de falência ovariana precoce, ocorre quando a mulher apresenta ausência de menstruação (amenorreia) por um período de 12 meses ou mais antes de completar 40 anos. A informação é do ginecologista José Henrique Mello de Freitas, da equipe do Centro de Reprodução Humana de Piracicaba.

Freitas explica que a síndrome provoca a perda da capacidade reprodutiva do ovário, à medida que a mulher para de produzir os óvulos e os hormônios estrogênio e progesterona.

SINTOMAS

Os sintomas da síndrome incluem irregularidade menstrual, insônia, irritabilidade, melancolia, secura vaginal, da pele, dos cabelos, ondas de calor, redução da libido e dores nas relações sexuais.

Esses sinais podem provocar desespero nas mulheres que ainda desejam ser mães, já que param de liberar óvulos de qualidade até simplesmente pararem de ovular, tornando-se inférteis. Nestes casos, o ginecologista explica que a medicina reprodutiva permite que o sonho seja realizado por meio de tratamentos.

A equipe do Centro de Reprodução Humana de Piracicaba, instalado no 5º andar do Hospital Santa Isabel, na Santa Casa, está preparada para fazer o diagnóstico e tratamento das pacientes.

PRINCIPAIS CAUSAS

Fatores genéticos, deficiências enzimáticas, toxinas e tabagismo estão entre as causas da síndrome que, de acordo com Freitas, também pode ser conseqüência de doenças autoimunes como artrite reumatoide, lúpus e diabetes. “Em alguns casos, a falência ovariana precoce está associada a cirurgias nos ovários ou tratamentos de radioterapia e quimioterapia”, declara.

Jornalistas responsáveis: Flávia Paschoal/Marisa Massiarelli Setto – Toda Mídia Comunicação

DR. JOSÉ HENRIQUE MELLO DE FREITAS
Ginecologista e Obstetra | CRM 64.230

• Formado pela Faculdade de Medicina de Botucatu da Unesp
• Especialista em ginecologia e obstetrícia, videolaparoscopia e videohisteroscopia
• Pós-graduado em reprodução humana assistida pela Associação Instituto Sapientiae